Está solteiro? Saiba aproveitar essa fase da melhor maneira: fazendo um intercâmbio!

Tempo de Leitura: 3 minutos

Em qualquer fase da vida, um programa de intercâmbio pode acrescentar milhares de aprendizados e bagagens ao estudante. Porém, é inegável que certos momentos são melhores do que outros para embarcar nessa jornada intensa de autoconhecimento. Pensando nisso, dedicamos essa matéria especialmente a você que está solteiro, listando as principais vantagens de se aventurar em outro país!

Experiências novas

A solteirice é a fase em que mais estamos abertos a possibilidades e versões da vida. É o momento em que ousamos, nos arriscamos e nos jogamos de cabeça nas experiências mais malucas que surgem no caminho. Portanto, não há nada melhor do que viver essa intensidade construindo uma nova vida em outro país.

Além de conhecer novas cidades, lugares, festas, bares, restaurantes e pontos turísticos, é durante o intercâmbio que entramos em contato com novas culturas, experimentamos uma nova gastronomia, ouvimos novos tipos de música, conhecemos pessoas de todos os lugares do mundo, fazemos amizades e vivenciamos momentos únicos!

Liberdade

Estar solteiro não precisa ser um sinônimo de encontrar alguém que te complete: é estar sozinho e sentir-se completo mesmo assim! É desfrutar da própria companhia, viajar, se descobrir e tornar-se todas as versões que você pode ser. Durante um intercâmbio em outro país, é comum que o estudante não precise prestar tantas satisfações, tenha seu próprio espaço, conquiste seus amigos, frequente os mais diversos lugares e coloque muitos dos seus sonhos em prática.

A liberdade conquistada durante o tempo que se fica sozinho, contribui – e muito – para que ao final do programa, o indivíduo tenha adquirido grande evolução emocional, o poder de tomar decisões com maior facilidade e uma maior confiança em suas escolhas.

Independência

Não adquirimos independência apenas quando morarmos sozinhos. Conquistamos independência diariamente, quando, por exemplo, vamos a algum lugar utilizando transporte público, quando fazemos nossas próprias compras no mercado, quando conseguimos pagar as despesas no fim do mês ou até mesmo quando nos bastamos em um sábado a noite solitário.

A independência emocional e financeira não é algo fácil de ser conquistado, principalmente nos dias de hoje. Porém, quando se é colocado a prova em outro país, tudo é muito mais intenso. Apenas quem já se aventurou nessa experiência é capaz de dizer o quanto é possível amadurecer e evoluir em poucos meses.

Festas e diversão

Não é apenas de responsabilidades, trabalho e estudo que se vive um intercambista. Uma das partes mais divertidas da viagem é se jogar de cabeça no desconhecido e descobrir tudo que a cidade pode oferecer – principalmente para os solteiros. Bares, baladas, cassinos, shows e festivais são as grandes atrações para aqueles que não dispensam a vida noturna, gostam de uma boa festa e de conhecer pessoas novas.

Já para aqueles que preferem menos badalação, museus, housepartys,parques, praças, cinemas e restaurantes não deixam a desejar no cenário internacional. O bom de tudo isso, é que toda a experiência torna-se uma surpresa. Apesar de algumas semelhanças com o país de origem, as diferenças acabam falando mais alto, possibilitando momentos surpreendentes e muito divertidos aos intercambistas.

A cidade dos sonhos

Para que o intercâmbio seja um sucesso, é preciso que o intercambista escolha a cidade que mais se identifica, a que mais se encaixa com seus objetivos e preferências. Recomendamos que o estudante priorize a escolha pela vida agitada dos grandes centros urbanos, pois além de proporcionarem milhares de oportunidades, contam com uma rede de transportes públicos de qualidade, acesso rápido e eficaz a diversos pontos, segurança, estrutura, diversidade, qualidade de vida e diversas opções de lazer.

Quando partimos para uma experiência como essa, é importante que tenhamos segurança e conforto no local escolhido, assim como a noção de que para a locomoção – seja para trabalhar, estudar ou encontrar os amigos em outro ponto da cidade – será preciso utilizar ônibus, metrôs, bondes, etc.

As melhores cidades para morar e curtir enquanto solteiro, de acordo com nossos critérios, são: Nova York (EUA) Vancouver e Toronto (CAD), Sliema (Malta) e Londres (UK). São cidades divertidas, jovens, alegres, cheias de festa, opções de trabalho, lazer e estudo.

Que tal planejar sua viagem para daqui 12 meses, agora? Sim, é possível e você pode pagar sem juros. Preencha o formulário ao lado ou nos chame pelo Whats 11-9-4142-5420 – Ahhh, nossa consultoria é via telefone e gratuita ta?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Comece a escrever e aperte enter para buscar