High School – Posso mudar de família?

Tempo de Leitura: 2 minutos

Alguns pais e/ou jovens se deparam com um problema ou dificuldade (no exterior) e se perguntam: “mas não é só mudar de família”?

Não é tããão simples assim, pois depende de um fator bem importante: É uma dificuldade ou um problema?

DIFICULDADE

Se for uma dificuldade, o jovem e os pais estrangeiros agendam um bate papo para entender motivos. Muitas vezes a questão é simplesmente cultural. 

Caso o jovem, mesmo assim, não entenda como resolver esta dificuldade, ele poderá conversar com a Coordenação do programa. Também pode falar com a agência brasileira com objetivo de entender os motivos da família.

Exemplos: proibido andar de calçados dentro de casa. Não poder levar comida para o quarto. Ter tarefa diária para ajudar na casa. Não poder tomar banho por 40 minutos. Não poder sair com amigos a noite. Família não gostar de viajar ou sair de casa. Não poder ficar em seu quarto trancado.

As situações de adaptação que citei acima, fazem com o que jovem construa sua maturidade adaptando-se a novas realidades, ou seja, esta é a essência do programa, sair da zona de conforto.

Se mesmo assim os pais naturais queiram que ele mude de família, deve consultar o tipo de programa comprado e para qual país. Alguns países como Canadá (particular), Europa (particular), permitem a mudança de família, se uma taxa adicional for paga.

Já outros programas como o J1 (EUA), ou Europa (público) não (tendo o jovem que adaptar-se a família ou voltar ao Brasil sem reembolso dos valores pagos). 

PROBLEMA

Se for um problema (a lista do que é considerado problemas, deve ser fornecida pela agência brasileira), o jovem deve falar com a família e posteriormente com a Coordenação do programa (ou se considerado muito sério, falar diretamente com a Coordenação).

É entendido como “problemas” situações que podem envolver polícia, drogas, brigas, ou seja, tudo o que pode interferir na segurança e bom desempenho do jovem. 

Nestes casos, a empresa estrangeira, deve mudar o jovem de família imediatamente. Geralmente ele vai para uma família temporária/transitória ou ele mesmo consegue outra família (amigos da escola por exemplo). Se essa nova família cumprir os requisitos da empresa estrangeira, ela poderá tornar-se a nova família “oficial” do jovem.

Se deseja uma consultoria completa sobre o High School, a BIL não cobra nadinha. E o melhor: pode ser pelo telefone.

Basta cadastrar-se ao lado ou chamar a BIL no whatsapp 11-9-4142-5420.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Comece a escrever e aperte enter para buscar