Trabalhar e estudar na Irlanda: o que é preciso saber?

Tempo de Leitura: 4 minutos

Fazer um intercâmbio contribui bastante para o seu crescimento pessoal, além de ser um facilitador para conseguir novas oportunidades assim que retornar ao Brasil. O que muita gente não sabe é que, dependendo do país escolhido, dá para aliar estudos com trabalho. Basta saber alguns pontos importantes sobre o local, as exigências de lá, e organizar a documentação necessária para cumprir com esses requisitos.

Se está nos seus planos trabalhar e estudar na Irlanda, por exemplo, este conteúdo é para você. A seguir, reunimos as principais informações a respeito da “Ilha Esmeralda” e da experiência de intercâmbio no país. Boa leitura!

Conheça mais sobre a Irlanda

Se tem uma coisa que caracteriza a população da Irlanda é a paixão por chá. E mais: se em algumas regiões do Brasil o café com leite é bastante tradicional, quem rouba a cena no país europeu é o chá com leite. Parece um pouco estranho, mas vale a pena experimentar para sentir como é viver os costumes do povo irlandês.

E os nomes das cidades? Acostume-se, pois muitos deles são grandes e de difícil pronúncia. Se for conhecer Cahersiveen, Newtownshandrum ou Muckanaghederdauhaulia, é bom já incluir no seu planejamento aprender como é que se diz.

Por falar em cidades, selecionamos quais são as preferidas para quem vai fazer intercâmbio por lá. Confira!

Dublin

Dublin tem pouco mais de 500 mil habitantes e fica na província de Leinster. Se compararmos com os grandes centros urbanos do Brasil, como São Paulo, a cidade é até pequena, concorda?

Apesar de ser uma cidade com um padrão de vida mais elevado, não se preocupe: é possível economizar. O macete é fazer muita pesquisa sobre os meios mais em conta e os estabelecimentos que oferecem preços mais acessíveis.

Também vale destacar a eficiência do transporte público. São muitas linhas de ônibus e trens disponíveis, o que facilita o dia a dia dos moradores. Não é por acaso que a cidade fica em evidência ano após ano nos rankings de qualidade de vida.

Quanto às temperaturas. Os termômetros chegam a apenas 24 °C, em média, no verão. Já no inverno, a média é de 5°C, alguns dias chegam a registrar temperaturas negativas.

Cork

A cidade de Cork conta com pouco mais de 150 mil habitantes. Tem se destacado nos últimos anos especialmente nas áreas de TI, em razão da excelência de seus cursos e universidades.

Empresas do ramo de internet e tecnologia também vêm sendo atraídas para a cidade, justamente devido ao fato de muitos estudantes com excelência de estudos se profissionalizarem por lá.

Outro atrativo são os festivais de música (afinal, ninguém é de ferro). Além disso, há muitos pubs espalhados por Cork, que atendem aos mais diversos gostos — desde aqueles conhecidos pela gastronomia gourmet até aqueles frequentados por quem deseja apenas curtir um pouco uma paquera.

Entenda como trabalhar e estudar na Irlanda

Agora que você já conhece as principais características do país, chegou o momento de entender como é possível trabalhar e estudar na Irlanda.

O tempo de duração de um intercâmbio

É preciso ter um tempo mínimo caso você deseje conciliar trabalhos e estudos na Irlanda. Para isso, é exigido que fique ao menos 25 semanas no país. O tempo máximo que um intercambista pode ficar por lá é de dois anos. Após esse período, a pessoa deve solicitar a renovação de visto.

É importante ressaltar que essa renovação pode ser feita até duas vezes, desde que seja respeitado o período máximo de dois anos e o estudante cumpra 85% de presença nas aulas.

A carga horária do trabalho

Existe uma diferença de carga horária de trabalho entre a alta e a baixa temporada. Isso porque, em períodos de férias dos estudos, há a possibilidade de trabalhar por mais horas durante a semana. Enquanto realiza o curso — de carga horária mínima de 15 horas semanais —, o estudante tem a permissão de trabalhar por até 20 horas durante a semana.

No entanto, é possível trabalhar por até 40 horas semanais nos seguintes períodos: entre maio e agosto, e entre 15 de dezembro e 15 de janeiro.

As partes burocráticas

A questão do visto é um aspecto burocrático que merece a atenção do intercambista, pois há diferenças entre a documentação exigida de alguém que vai apenas estudar e a de quem vai estudar e trabalhar.

O Stamp 2 A, por exemplo, é um visto que não oferece ao estudante a permissão de trabalho. Ele tem duração de três a seis meses, com a exigência de que você apresente a carta da escola que comprove a matrícula.

Já o Stamp 2 dá autorização para o intercambista estudar e trabalhar. Nesse caso, é recomendável que a duração seja um pouco maior. Também é necessário apresentar a carta de comprovação da escola, fundos financeiros e moradia.

O emprego

Você deve estar se perguntando: mas como vou conseguir emprego na Irlanda? Calma! O país é bastante receptivo quando se trata de oferecer oportunidades a estudantes de outros países. Os intercambistas que vão estudar por lá trabalham desde atendendo em bares, restaurantes e lojas até cuidando de crianças.

Separamos algumas dicas que você pode aplicar para qualificar o seu trabalho e conseguir um emprego mais rápido:

  • dedique-se a aperfeiçoar o seu inglês;
  • participe de eventos que vão ampliar o seu networking;
  • monte um currículo claro e atrativo, destacando suas qualificações e diferenciais enquanto profissional;
  • busque em sites profissionais da Irlanda (os mais indicados são Kangaroo, Jobs e Gumtree).

O salário

O salário é algo que gera curiosidade em muitas pessoas. Na Irlanda, o salário mínimo por hora é de 10,10 euros. Esse valor faz com que o salário médio fique entre 600 e 900 euros, de acordo com o período trabalhado.

Neste conteúdo, a gente mostrou um pouco sobre o que você precisa saber para trabalhar e estudar na Irlanda. Estar por dentro desses pontos é essencial para poder planejar seu intercâmbio de maneira mais eficaz e para que essa experiência tão enriquecedora seja sem perrengues.

Para isso, o apoio de uma agência é fundamental. Nós, da BIL Intercâmbios, queremos ajudar você nessa jornada. Agende agora um atendimento com nossos especialistas!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Comece a escrever e aperte enter para buscar