Canadá: o melhor destino de intercâmbio para o seu aluno

O ano letivo de 2014 está começando. Sabe aquela listinha de metas que todos os alunos fazem para cumprir durante o ano? Chegou a hora de incluir algo que realmente pode mudar a vida dele: planejar um intercâmbio. A experiência de estudar no exterior consolida não só o idioma, como também sua bagagem cultural.

E o destino pode ser o Canadá, um dos países mais globalizados no mundo, sempre figurando no topo dos rankings de melhores níveis de ensino e qualidade de vida.

Por que o Canadá?

O Canadá é um dos destinos mais procurados por sua rica diversidade cultural, além de possuir imensa beleza natural. É referência mundial também em segurança, transporte e emprego, e um dos países que incentiva a imigração de trabalhadores estrangeiros.

Para quem deseja ganhar fluência na língua inglesa, o Canadá oferece menor quantidade de dialetos em comparação aos Estados Unidos, por exemplo – o que torna o aprendizado do idioma muito mais fácil.

 

Cursando “High School” no Canadá

2

A experiência de cursar o ensino médio (High School) no Canadá pode se tornar única e inesquecível. Além de excelência acadêmica, muitas das escolas incluem programas esportivos, como aulas de esqui, snowboarding, passeios e excursões para diversas cidades do país. A grade curricular também inclui atividades voltadas para artes, teatro, dança e música na maioria das escolas – e normalmente elas permitem com que o aluno escolha livremente as matérias que deseja cursar. Além disso, o Canadá é um destino que permite que o estudante escolha a cidade em que deseja estudar, e isso acaba gerando mais segurança para quem ainda tem receio de estudar fora de seu país.

Com a cidade escolhida, é só aguardar as informações da família hospedeira. “Acho o canadense um povo muito prestativo. Ele se oferece para ajudar quando percebe que você precisa. Isso é algo que deixa os estudantes muito tranquilos”, explica Perpétua Devite, Supervisora de Vendas dos programas de High School da BIL Intercâmbios & Turismo.

Outra vantagem do Canadá é a estrutura escolar. Todo o investimento que a escola recebe do estudante é voltado para melhorias para a própria escola, que deve prestar contas ao Ministério da Educação de como o dinheiro está sendo aplicado, para garantir o direito de receber estudantes internacionais.

As escolas canadenses são totalmente equipadas para o aluno e são localizadas em um grande campus. Pelo fato do número de alunos por escola não ser tão grande, torna-se possível dar atenção diferenciada aos seus alunos.

Para inscrever-se no programa, o estudante preenche um application – uma espécie de dossiê onde inclui todas as informações relevantes para seu intercâmbio, tais como dados gerais e médicos, sobre sua família, seus traços de personalidade, seus objetivos, suas expectativas em relação à família e à escola, qual profissão pretende seguir, cartas de recomendação de professores, entre outros.

Além de todas as vantagens, o Canadá é um país oficialmente bilíngue: inglês e francês são seus idiomas. Dessa forma, quem quer estudar outra língua tem uma dupla experiência no país, podendo praticar dois dos idiomas mais falados em todo o mundo. Há ainda outra vantagem: as escolas têm aulas específicas para estrangeiros, o ESL (English Second Language); caso o estudante esteja sentindo dificuldade de acompanhar o ritmo da língua, podem frequentar essas aulas.

Diferente dos Estados Unidos, onde o tempo máximo de intercâmbio é de um ano, no Canadá o programa pode ser estendido indefinidamente, sendo possível para o estudante cursar todo o ensino médio. “A maioria dos estudantes que vai por um semestre acaba convencendo os pais a estenderem por mais um”, finaliza Perpétua.

 

Eu fui

3

Thais di Cezar, Supervisora de Vendas da BIL, fez um curso rápido e intensivo no Canadá. Ela garante que foi um mês que mudou sua vida. “Foi realmente uma experiência única. Mudou minha vida, minha maneira de pensar, de ver o mundo e de dar valor a coisas que eu não dava. O ponto mais marcante foi a ‘minha’ família de intercâmbio, que me acolheu e me ensinou muitas coisas”. No turismo, o momento que Thais mais gostou foi quando comemorou o seu aniversário jantando no restaurante suspenso da CN Tower – um dos pontos turísticos mais famosos.

 

Tem pressa?

4

É possível, por exemplo, viver uma experiência em Toronto, em um programa com 28 aulas por semana, acomodação em casa de família e quarto individual; ou estudar francês ou inglês em Montreal, com 25 aulas por semana e acomodação em alojamento estudantil, ambos com duração de um mês e investimento menor que R$ 4.860 (CAD$2.000).

 

Para visitar!

Anote na sua agenda quatro dicas de locais que você deve conhecer enquanto estiver no Canadá:


Palácio Laurier (Ottawa):
Famoso por um incêndio quando era um cinema, foi restaurado e é um dos pontos mais visitados do país.

Union Station (Toronto): É a principal estação ferroviária de Toronto. Sua arquitetura (que data de 1927) e o fato de ser uma das estações mais movimentadas da América do Norte tornam o local um belo ponto turístico.

Stanley Park (Vancouver): Parque urbano de 404,9 hectares, é o maior do Canadá e o terceiro maior da América do Norte. Possui árvores centenárias e 200 km de estradas e caminhos para passeio.

Museu Redpath (Montreal): Extensão da Universidade MacGill, abriga extensas coleções com registros geológicos, biológicos e paleontológicos.

 

Leia a versão digital do EDUCANEWS: http://bit.ly/1jhZ0m0

 

 

Compartilhe:
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *