Dia da Mulher: conheça histórias de mulheres que abraçaram experiências de intercâmbio

Decididas, corajosas, “mentes abertas”, desafiadoras, independentes, inteligentes… São apenas alguns adjetivos que podem definir a mulher de hoje. Cada vez mais antenadas com o mundo moderno e com suas próprias opiniões, as mulheres se preocupam cada vez mais com a própria formação, educação e desenvolvimento pessoal. “A mulher investe muito mais em si mesma em comparação ao homem”, diz Thiago Tanus, Diretor da BIL. “Elas investem muito mais em sua própria educação e formação, por exemplo. Enquanto um homem pode pensar em comprar um carro, a mulher já pensa em investir o dinheiro em um intercâmbio, que lhe trará muito mais experiência educacional e de vida”.

A BIL separou depoimentos de quatro mulheres corajosas e “mentes abertas” que toparam o desafio de viver uma experiência de intercâmbio. Elas contam como foi ou está sendo cada experiência:

 

Juliana Yasaka, 16 anos, está cursando High School (Ensino Médio) em Belleville, no Canadá.

“As pessoas aqui em Belleville são muito legais, sempre conversam com você e aqui na minha escola todo mundo me ajudou muito e foi legal comigo! Está tudo perfeito, meus host parents são incríveis, sempre conversando comigo e vendo se preciso de alguma coisa”.

 

Mayara Batarquini, 17 anos, participou do Férias Teen 2013 para Inglaterra.

“A viagem foi incrível, todos os momentos foram maravilhosos e as pessoas encantadoras, principalmente os professores. Todos os professores são muito atenciosos e divertidos. Também são bastante interessados na ‘troca’ de culturas e sempre atentos a interação do grupo e a prática da língua inglesa”.

 

Thais Di Cezar, 24 anos, fez um mês de intercâmbio intensivo no Canadá.

“Foi realmente uma experiência única. Mudou minha vida, minha maneira de pensar, de ver o mundo, de dar valor a coisas que eu não dava. O ponto mais marcante foi a ‘minha’ família de intercâmbio, que me acolheu e me ensinou muitas coisas”.

 

Carolina Niero, 28 anos, participou do programa Au Pair aos 19 anos.

“Fazer o programa de Au Pair foi a melhor decisão que tomei na minha vida. Hoje, consigo enxergar a diferença e a importância de tal experiência na minha pessoal e profissional. É um programa maravilhoso, pois além de melhorar o meu inglês e me possibilitar aprender sobre a cultura e costumes dos americanos, a minha família hospedeira me acolheu como parte da família”.

Mulher, parabéns pelo seu dia! E você, já planejou seu intercâmbio? A BIL leva você! www.bil.com.br

Compartilhe:
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *