Intercâmbio na Europa: confira o seu guia completo!

Tempo de Leitura: 8 minutos

O sucesso de um intercâmbio na Europa se inicia por um bom planejamento. Decidir o destino, conhecer as cidades, entender sobre a parte burocrática, saber aproximadamente quanto será o custo, acertar na escolha do curso e contar com a ajuda de uma boa agência de viagem são alguns passos que devem ser pensados e colocados em prática antes do embarque.

Sabemos que conseguir entender um pouco sobre cada um desses itens presentes no planejamento e colocar em prática as ideias pensadas a respeito da viagem não são tarefas fácil. Por esse motivo, criamos este Guia Completo de Intercâmbio na Europa para ajudar você!

Para descobrir como fazer um intercâmbio e receber cada uma de nossas dicas sobre o assunto, é fácil: basta continuar a leitura. E então, vamos nessa?

Entenda sobre a importância de um planejamento para intercâmbio

Tudo que é feito com planejamento, pesquisa e cuidado tem mais chances de dar certo. Com o intercâmbio na Europa não é diferente. Por isso, planejá-lo e ter tudo certinho antes de entrar no avião é muito importante. A seguir, separamos algumas vantagens de pensar com antecedência na sua viagem!

Aumenta as chances de acertar na escolha do destino

O primeiro grande benefício de planejar o intercâmbio com antecedência é poder escolher o destino com a certeza de que todas as possibilidades foram consideradas e que, ao final, a cidade escolhida foi aquela que mais se encaixou com as expectativas, gosto e estilo do viajante.

Durante o planejamento você poderá ler, ver fotos, conversar com pessoas que viveram a experiência e conhecer um pouco sobre cada local que você pensou em fazer um intercâmbio. Também poderá tirar todas as suas dúvidas e, finalmente, decidir o destino ideal para viver esse sonho.

Ajuda a economizar

Uma viagem pensada com antecedência tem grandes chances de ser (muito) mais barata do que uma feita em cima da hora. Custos como passagem e hospedagem costumam variar muito, sendo assim, quanto maior o tempo de procura, melhores serão as ofertas encontradas.

Prepara melhor o viajante

Outra importante característica de se ter um bom planejamento antes do intercâmbio na Europa é ser um viajante mais bem preparado para o que vai encontrar no destino final. Ao estudar o país antecipadamente, você poderá saber os costumes, as comidas típicas, algumas palavras e gírias locais etc.

Traz mais segurança à família

A família também estará mais segura, já que, mesmo sem embarcar junto, terá familiaridade com o país escolhido para o intercâmbio. Além disso, também saberá exatamente como tudo funciona na viagem, o que, com certeza, proporciona uma maior tranquilidade.

Permite que a viagem se inicie antes mesmo do embarque

Por fim, o último benefício que separamos para você entender que planejar um intercâmbio com antecedência é importante é a possibilidade de viajar antes mesmo do embarque. Durante o planejamento, você se perderá em meio a vídeos, fotos e poderá, até mesmo, conversar com pessoas que estejam no seu país de destino.

Conheça os principais países da Europa que podem ser considerados

Agora que você já sabe a importância de se planejar uma viagem com antecedência, tenho certeza de que já começou a pensar nos melhores destinos para intercâmbio. Para que você não precise decidir tudo sozinho, vamos dar uma ajuda, mostrando as principais cidades a serem consideradas.

Para que a sua viagem seja única e inesquecível, selecionamos quatro países nórdicos que têm como característica em comum estarem entre os mais desenvolvidos de todo o mundo e que oferecem muita qualidade de vida: Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia.

A seguir, mostraremos curiosidades desses destinos e explicaremos por que eles devem ser considerados no momento de optar por um intercâmbio na Europa.

Dinamarca

Divertida, descontraída e indicada muitas vezes por ser o país mais feliz do mundo: assim é a Dinamarca! Localizada no norte europeu, o país faz fronteira com a Alemanha e Suécia e é repleta de castelos, ilhas, praças, paisagens incríveis e parques de diversões, como o imperdível Tivoli.

A capital, Copenhague, é totalmente plana, sendo muito convidativa para ser explorada de bicicleta. Aliás, quase toda a população dinamarquesa utiliza transporte público e bikes para se deslocar na cidade e entre elas. Inclusive, a Dinamarca tem o dobro

Além do país ter muitos atrativos, há algumas curiosidades que todo o intercambista deve conhecer antes de embarcar para conhecê-lo. Confira algumas:

  • com um extenso litoral de 7.000 km, em qualquer lugar da Dinamarca você estará a no máximo 50 km do mar;
  • o segundo maior parque de diversões do mundo fica lá: Tivoli;
  • para cada um carro há duas bicicletas na Dinamarca;
  • prepare o guarda chuva: a cada dois dias na Dinamarca ou você verá neve ou chuva;
  • ter aula na floresta faz parte do currículo escolar.

Finlândia

A Finlândia é conhecida por ter um sistema educacional revolucionário, que foca, além da aprendizagem, no bem-estar dos alunos e dos professores. Por esse motivo, o país está sempre figurando em primeiro lugar ou próximo ao topo na lista do programa que avalia a qualidade do ensino nos países.

Apenas por esse motivo, a Finlândia já se mostra um destino incrível para se fazer um intercâmbio na Europa. Mas, além da boa qualidade educacional, o país tem muito mais a oferecer!

A capital Helsinque é repleta de teatros, museus e praças (que podem ser muito aproveitadas durante o verão). Os esportes de inverno também fazem sucesso no país e praticá-los é umas das principais maneiras de se fazer amizade durante o intercâmbio.

Agora que você já sabe que a Finlândia é muito mais que assistir a auroras boreais, que tal descobrir algumas curiosidades do destino? Veja:

  • além do finlandês, o sueco também é um idioma oficial do país;
  • os nomes dos bebês finlandeses são escolhidos após o nascimento, quando os pais os conhecem;
  • por acreditarem ser mais seguro, as portas na Finlândia abrem para fora;
  • o gênero musical preferido do país é o metal.

Noruega

A Noruega é um dos melhores países para se viver no mundo e, inclusive, por muitos anos liderou o topo das nações que proporcionam melhor qualidade de vida a seus moradores. Estudar na Noruega proporciona o aprendizado de duas línguas ao mesmo tempo: o norueguês (língua oficial do país) e o inglês.

Devido à sua localização, o intercambista que optar em viajar ao país durante o verão poderá apreciar um fenômeno comum no norte europeu: dias com muitas horas de sol. Em alguns locais, como no norte, o sol nunca se põe.

A capital do país, Oslo, tem lindas paisagens, parques e muitas opções de lazer e passeios noturnos. Além disso, o país é referência na prática esportiva e valoriza muito um estilo de vida saudável.

Ficou interessado pela Noruega? Então, veja mais algumas curiosidades sobre o destino que separamos para você:

  • o país conta com a cidade mais chuvosa de toda a Europa: Bergen;
  • o descumprimento das leis de trânsito pode, além de multas, acarretar prisão;
  • na Noruega, é comum almoçar lanches e jantar pratos quentes de comida;
  • o país é o maior vencedor de medalhas olímpicas dos jogos de inverno;
  • a Noruega é um dos países mais avançados, quando o assunto é igualdade de gênero;
  • o país tem mais de 400 mil lagos;
  • a batata é uma das comidas mais comuns nos pratos dos noruegueses.

Suécia

A Suécia está localizada exatamente no meio da Noruega e da Finlândia e, assim como os vizinhos, ela é altamente desenvolvida, com muita qualidade de vida e segurança. Além dessas qualidades, o destino é referência em sustentabilidade e é um grande apoiador da diversidade.

Os suecos vivem basicamente em zona urbana e a cidade mais povoada do país é a capital, Estocolmo. A cidade é totalmente plana, sendo muito convidativa para longas caminhadas ou passeios de bicicleta. Entre as principais atrações turísticas estão palácios, jardins, museus, igrejas e parques.

Preparado para descobrir as curiosidades da Suécia? Então, confira:

  • leite é uma das bebidas mais comuns na Suécia e pode acompanhar qualquer refeição;
  • a rainha da Suécia fala português. Isso mesmo! Ela é filha de brasileira e passou parte da infância em São Paulo;
  • há dias específicos durante o ano para comer determinadas comidas. Dia 8 de outubro é o dia do bolinho de canela, por exemplo;
  • quase 90% dos suecos falam inglês.

Fique por dentro dos pontos importantes a serem considerados

Você já sabe os benefícios de planejar muito bem o seu intercâmbio para a Europa e já conheceu algumas excelentes opções de destino. Chegou o momento de ler sobre os pontos mais importantes que devem ser levados em conta na hora de fazer um intercâmbio.

Esses pontos envolvem as vantagens de se cursar o ensino médio fora do país, como funciona esse tipo de curso, quais são os custos do intercâmbio, como funciona a parte burocrática e por que é indispensável contar com o auxílio de uma agência de intercâmbio durante o processo. Para saber tudo isso, é só continuar a leitura.

As vantagens do ensino médio na Europa

Fazer um intercâmbio na Europa para cursar o ensino médio é uma experiência única, que proporciona muitos benefícios! O primeiro deles é sair da zona de conforto, vivenciando novas experiências. Conviver com outras pessoas, ter que respeitar as regras da nova família, provar novas comidas e estudar em outro idioma trazem uma longa experiência de vida que, com certeza, será positiva no futuro e servirá para um amadurecimento dos jovens.

Além das vantagens apresentadas acima, que são comuns a todos os intercâmbios de High School, independentemente do destino, há também aquelas que só se beneficiam os estudantes que escolhem a Europa. Entre esses benefícios está a possibilidade de estudar muitas línguas, já que o continente tem inúmeros países com línguas próprias.

Além disso, muitos destinos europeus têm culturas diversificadas e marcantes, o que agrega positivamente na experiência. Por fim, o grande número de viajantes de todas as partes do mundo que escolhem a Europa para estudarem faz com que o intercâmbio seja muito mais enriquecedor.

O funcionamento desse tipo de curso

Entre os muitos tipos de intercâmbio, o High School é um dos mais indicados para o público mais jovem, que tem entre 15 e 18 anos. Nessa modalidade, os adolescentes fazem parte do ensino médio em outro país.

O intercâmbio pode ser feito durante um semestre ou um ano letivo. Normalmente, é exigido um determinado tempo de experiência na língua materna do país e um teste de idioma. Além disso, o candidato faz uma entrevista e um teste de seleção.

Com relação à hospedagem, normalmente, os estudantes ficam hospedados em casas de famílias que aceitam recebê-los. Essa é uma grande oportunidade de imersão em uma nova cultura. A rotina escolar segue o padrão do Brasil, envolvendo aulas regulares, atividades extras fora do horário escolar (como esportes, dança etc.) e deveres de casa.

Os custos do intercâmbio

O valor final de um intercâmbio depende muito do tempo de viagem, do destino escolhido e da possibilidade de gastos dos estudantes. Os países nórdicos, que indicamos como sendo ótimas opções de destino, costumam ter um custo um pouco mais elevado do que outros. Entretanto, a qualidade de ensino e a qualidade de vida neles são recompensadoras.

Embora o valor varie, os itens que devem ser computados são comuns. Então, confira o que deve entrar na sua conta, na hora de prever os custos do seu intercâmbio na Europa:

  • despesas burocráticas com documentação, passaporte e visto;
  • passagem aérea;
  • hospedagem;
  • alimentação;
  • transporte;
  • escola;
  • gastos pessoais e de lazer;
  • seguro saúde.

As partes burocráticas que devem ser entendidas

Uma viagem, assim como tudo na vida, envolve alguns aspectos burocráticos que devem estar contemplados no planejamento. Então, antes de embarcar, o viajante precisa entender alguns aspectos importantes. Prepare o caderno e anote os principais itens que devem ser investigados com cuidado no seu planejamento:

  • prazos de inscrição na escola e preenchimento da aplicação do intercâmbio;
  • apresentação correta e em tempo hábil da documentação solicitada pelo país de destino;
  • passaporte com validade mínima de 6 meses a partir da data do embarque;
  • visto de estudante aprovado;
  • comprovação de renda, caso o país de destino exija;
  • forma como o dinheiro será levado pelo viajante;
  • seguro saúde e seguro viagem;
  • informações a respeito da validação do ensino médio.

As vantagens de uma agência de intercâmbio

Ufa! Se você chegou até aqui, pôde notar que fazer um intercâmbio na Europa é uma experiência de vida única e incrível, mas que também envolve muito planejamento e certos cuidados. Por isso, nada melhor do que contar com o auxílio constante de uma agência de intercâmbio preparada.

A agência tem um papel fundamental para que o sonho se concretize, uma vez que é o elo entre o estudante, a escola e a família que receberá o futuro viajante. Além disso, ela ajudará em toda a parte da documentação e nos demais itens que envolvam a viagem, como passagens aéreas e seguro saúde.

Tentar fazer tudo sozinho, além de trazer dor de cabeça, tem grandes chances de dar errado. Por isso, preze pelo seu tempo e por sua tranquilidade: procure a ajuda de uma agência de intercâmbio de qualidade.

Para muitas pessoas, fazer um intercâmbio na Europa é poder viver um sonho que trará muitos frutos positivos no decorrer da vida. Se você já está procurando se informar sobre o assunto e está planejando tudo antecipadamente, já está no caminho certo para que o seu intercâmbio seja o melhor possível. Agora, só falta tirar a ideia do papel e começar a colocá-la em prática!

E então, você ficou animado para iniciar os planos do seu intercâmbio na Europa agora mesmo? Então, entre em contato com a BIL intercâmbios. A empresa está no mercado há mais de 30 anos e, com certeza, poderá ajudar muito nessa missão maravilhosa que é morar fora do país!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Comece a escrever e aperte enter para buscar